Sentimentos – A Cultura Mora Aqui

A Cultura Mora Aqui é um projecto que nasceu das mãos da Joana do blog Cor Sem Fim, que pretende mostrar que há mais sobre o que escrever além de beleza, moda e maquilhagem. Todos os meses a Joana desafia-nos com um tema diferente e cada um dos participantes adapta-o ao seu próprio blog. O tema de Fevereiro é Sentimentos. 

A Joana desafiou-nos a explorar os nossos sentimentos, mas a fugirmos um pouco do óbvio do mês dos Namorados que são os sentimentos de paixão, amor e todas as lamechices do costume respeitantes à data 😉

Todos nós sentimos medo, receio, nervosismo ou ansiedade. (…) Além disso, há sempre aquela coisa que nos dá uma raiva ou um ódio.  Ou aquele músico com a voz mais irritante de sempre ou aquele vizinho do lado que faz barulho até altas horas. Aquele nível daquele jogo que não conseguimos passar, aquelas pessoas que são falsas, o que seja.

Joana, Cor Sem Fim

Os Meus Sentimentos

Com este repto, decidi escrever sobre a Raiva e a Frustração que sinto relativamente ao uso dos transportes públicos…

Sou grande defensora dos transportes públicos, passei a ser utilizadora diária do Metropolitano de Lisboa quando entrei na universidade. Na altura, ainda havia passe só do Metro e era esse que comprava para ir todos os dias às aulas no ISCTE. Foi também nessa altura que o metro mudou o seu sistema de entrada e pôs as cancelas que todos hoje conhecemos. Ainda me lembro de noticiarem que com entrada em vigor deste sistema o número de bilhetes vendidos na estação da Cidade Universitária tinha aumentado 150% ou algo parecido, pois não consigo encontrar a notícia e a memória pode sempre falhar.

Não era raro ver pessoas, normalmente miúdos, saltarem as cancelas ou accionarem os alarmes para abrir e manter todas as portas abertas. Mas de algum tempo para cá, sinto que a situação piorou… Esta situação é cada vez mais frequente e o número de “miúdos” é cada vez maior. Fico bastante enervada com toda esta situação, pois o Metropolitano sendo uma empresa pública, é de todos. Não é justo, imensos utilizadores pagarem o seu passe mensalmente, eu incluída, e uns quantos usufruírem do serviço de transporte sem pagar.

Chega ao cumulo de haver pessoas que se colam atrás de mim para saírem porque não tem bilhete. Já chegaram a empurrar-me para passarem!!! Deu-me um vaipe… Chamei ladrão ao homem, que eu pagava o passe mesmo estando desempregada, que por isso é que os transportes estão como estão. Ele acabou por mudar para o outro lado da linha, mas foi uma situação bastante desagradável. Agora estou sempre atenta e não deixo ninguém passar atrás de mim. Assim que passo a cancela, paro, verificando se não está ninguém logo atrás. Se for preciso, não saiu do metro.

Noutro dia, um “senhor” que eu não deixei sair atrás de mim, acabou por sair atrás da minha mãe, empurrando-a. E isto nem é o pior! Já vi saírem 5 pessoas com um uníco bilhete numa das cancelas mais largas. Infelizmente, os seguranças não podem fazer nada porque não têm autoridade para isso. E conto pelos dedos das mãos, as vezes que vi fiscais na estação de metro da Pontinha 🙁

Juntem a esta raiva, toda a frustração de não poder fazer nada em relação ao assunto…

E vocês, já passaram por situações semelhantes? Como reagiram?

Que os sentimentos não vos paralisem e que vos dêem força e coragem! Ana Paula :*

Projecto A Cultura Mora Aqui

Blogs fundadores do Projecto A Cultura Mora Aqui:

Alguns do Blogs convidados do Projecto A Cultura Mora Aqui [Fevereiro]

PumPum | Dreamcatcher | That GirlTrovoada dos Sonhos

No total somos mais de 40 participantes, poderás encontrar todos aqui.

Qualquer blogger ou youtuber pode juntar-se ao projecto “A Cultura Mora Aqui!”! Para tal, basta enviar um e-mail para corsemfim@gmail.com com os seguintes dados: o nome, idade, blog/canal de youtube, o porquê de se quererem juntar e como descobriram o projecto.


Recebe todas as novidades de Lisboa directamente no e-mail, subscreve a nossa Newsletter!

Todas as quintas-feiras partilho convosco as sugestões para o fim de semana.
Para os restantes dias, espreita o Facebook, o Twitter ou o Instagram ;)

Facebook Comments